Summary: Durante a prática odontológica, existem inúmeros riscos de contaminação por doenças como a Hepatite B e o Tétano. Há a necessidade de conhecer o estágio atual do conhecimento dos alunos do curso de Odontologia da UFES sobre a necessidade de imunização, o perfil de imunização dos mesmos e propor a vacinação contra Hepatite B e Tétano como requisito de matricula na Universidade. É um estudo descritivo exploratório com abordagem quali-quantitativa. A coleta de dados ocorreu através de um questionário validado aplicado às turmas do 1°, 6° e 9°períodos do curso de odontologia da UFES. Os dados relativos à abordagem quantitativa serão submetidos à análise estatística descritiva tendo seus resultados expressos sob a forma de médias e freqüências. Os dados referentes às questões qualitativas foram avaliadas seguindo os preceitos do conteúdo de BARDIN,1979. Após a avaliação dos resultados, obtivemos dados alarmantes. 33,75% não sabem ou não acham a Hepatite B uma doença infecciosa o que nos leva a pensar que eles realmente não conhecem a periculosidade da doença. Diante dos dados encontrados, faz-se necessária uma maior campanha sobre a necessidade imunização e esclarecimento sobre as doenças.

Starting date: 2009-08-30
Deadline (months): 18

Participants:

Rolesort descending Name
Coordinator * Maria José Gomes
Student Master * Hedilberto Araujo de Sousa
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900