Summary: A possibilidade de a recessão gengival estar associada com a hipersensibiliade dentinária é uma realidade mas não existem estudos conclusivos que determinem esta exata relação. Diante da prevalência e dos problemas clínicos associados com a recessão gengival, justifica-se a importância do conhecimento da relação destas condições clinicas. O objetivo deste estudo é avaliar pacientes quanto à presença de retração gengival vestibular e sua relação com a hipersensibilidade dentinária em estudo clínico em pacientes atendidos na Clínica Odontológica do Curso de Odontologia da UFES. Eles serão avaliados quanto à presença de recessão gengival e sua relação com hipersensibilidade da dentina. Será determinada Estes pacientes serão submetidos a exames clínicos para determinar a presença de retração gengival visível (apenas superfície vestibular). Será anotado de todos os pacientes a idade, sexo, e o tipo de dente. O exame clínico será determinação da presença ou não do sangramento, nível clínico de inserção. Nos pacientes que apresentarem hipersensibilidade dentinária, será anotado qual dente e o grau de sensibilidade (UCHIDA) e destes dentes selecionados será incluída anotação de presença de cárie, abrasão, atrição, erosão e ou restaurações em qualquer face deste dente. A análise dos dados será realizada através da análise estatística para determinar se existe relação estatisticamente significante entre os parâmetros analisados neste estudo.

Starting date: 2015-10-13
Deadline (months): 18

Participants:

Rolesort descending Name
Coordinator * Elizabeth Pimentel Rosetti
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900