Summary: A utilização de resinas compostas resistentes mecanicamente e impermeáveis à difusão de fluidos é fundamental para a obtenção de restaurações estáveis e, consequentemente, duradouras em meio oral. Para tanto, o conhecimento das características de superfície e da adaptação marginal dos novos compósitos restauradores lançados no mercado é importante a fim de que os mesmos possam ser indicados clinicamente. Assim, o objetivo deste trabalho é avaliar a adaptação marginal, a topografia e a rugosidade de superfície da face proximal de restaurações do tipo classe II, empregando-se compósitos “bulk fill” e convencionais, por meio das técnicas incremental e de preenchimento único. Materiais e Métodos: Serão avaliadas duas resinas compostas “bulk fill” (X-tra Fill e X-tra Base) e uma resina composta convencional (Grandio SO). Os materiais serão inseridos na matriz, e em seguida, fotoativados empregando uma unidade fotoativadora LED (Bluephase G2), operando a uma intensidade de 1.200 mW/cm2. Após a fotoativação, os corpos-de-prova serão avaliados quanto à topografia e rugosidade de superfície no microscópio Leica DCM 3D e, quanto à adaptação marginal em microscópio eletrônico de varredura. Os dados obtidos serão submetidos ao teste de Kruskal-Wallis e ao teste U de Mann-Whitney num nível de significância de 5%.

Starting date: 2017-09-01
Deadline (months): 30

Participants:

Rolesort descending Name
Coordinator * Juliana Malacarne Zanon
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900