Análise in vitro do torque de remoção de intermediários protéticos retos em sistemas de implnates com conexão protética do tipo cone/morse.

Resumo: O sistema anti-rotacional dos implantes dentários atualmente utilizados em casos unitários, em áreas de alta exigência estética, deve ser o mais efetivo possível já que é um fator crítico para o não afrouxamento do parafuso de fixação da prótese e para a manutenção óssea e da estética gengival (BINON, 2000; ARVIDSON, 1998). Os implantes com encaixe do tipo cone – morse apresentaram-se como sendo os de melhor efetividade mecânica entre os sistemas anti-rotacionais, em função do seu maior potencial para manter a pré-carga (KITAGAWA et al, 2005). A introdução dos sistemas de implantes com conexão protética indexadas facilita a operacionalidade dos sistemas. No entanto a literatura é, ainda, escassa em relação ao desempenho destes novos componentes. O objetivo dest eestudo será avaliar a manutenção do torque de componente protéticos em sistemas de implantes dentários com conexão protética cone–morse após ensaio de carga cíclica. Serão utilizados 08 implantes com conexão protética do tipo cone-morse com pilares retos sólidos (grupo 1) e 08 implantes cone-morse com pilares retos com parafuso passante. Para obtenção dos corpos de prova, os implantes serão fixados em um bloco de resina acrílica autopolimerizável de 16 mm de altura por 21 mm de largura, utilizando um dispositivo metálico para permitir a colocação do implante no centro do bloco de resina acrílica ficando o pilar conectado ao implante em um eixo vertical. Coroas protéticas de pré-molares sem cúspides serão cimentadas sobre os intermediários protéticos e os corpos de prova estarão prontos para serem levados à máquina de ensaio de fadiga. O ensaio de fadiga que será realizado em uma máquina de ensaio para teste de fadiga MTS e será aplicada uma amplitude de força axial de 133N em cada corpo de prova. A freqüência utilizada será de 19.1Hz que corresponde a 1.150 ciclos por minutos. O número total de ciclos em cada ensaio será de 500.000.
Os dados de torque e destorque obtidos serão submetidos à análise estatística descritiva e análise de variância (ANOVA) com nível de significância de 1%, quando detectada diferença estatística, os valores serão submetidos ao Teste de Tukey ou Wilcoxon para comparações múltiplas. A partir deste estudo, o grupo de pesquisadores pretende gerar no mínimo uma publicação de artigo científico em uma revista internacional de língua inglesa.

Data de início: 2012-03-30
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Amanda Coutinho Barbosa
Coordenador Anuar Antonio Xible
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900