Avaliação clínica e microbiológica de implantes instalados em substituição a dentes perdidos por diferentes fatores etiológicos

Resumo: Nas últimas décadas, o uso de implantes dentários tornou-se uma excelente opção para substituição de elementos dentários que não puderam ser mantidos na cavidade bucal. No entanto, apesar da alta taxa de sucesso, eles têm apresentado cada vez mais complicações inflamatórias denominadas doenças periimplantares Nas últimas décadas, o uso de implantes dentários tornou-se uma excelente opção para substituição de elementos dentários que não puderam ser mantidos na cavidade bucal. No entanto, apesar da alta taxa de sucesso, eles têm apresentado cada vez mais complicações inflamatórias denominadas doenças periimplantares. Estudos têm levantado a hipótese de que pacientes com história de doença periodontal prévia apresentariam maior risco de desenvolver periimplantite, visto que uma microbiota subgengival similar é encontrada em bolsas ao redor de dentes e implantes. Desta forma, o objetivo desta pesquisa foi avaliar clínica e microbiologicamente, implantes dentários unitários que se encontram em função na cavidade bucal por um período superior a 5 anos e que foram instalados em substituição a dentes perdidos por diferentes fatores etiológicos.

Data de início: 2014-11-03
Prazo (meses): 16

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Patrícia Arezi Peixoto Dumer
Colaborador Alfredo Carlos Rodrigues Feitosa
Colaborador Fabrícia Ferreira Suaid
Coordenador Selva Maria Gonçalves Guerra
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900